Vila Nova não joga mais no Onésio Brasileiro Alvarenga em 2019

vila oba

(Foto: Sagres Online)

O presidente executivo do Vila Nova Futebol Clube, Ecival Martins, confirmou que o Vila Nova vai mandar os jogos da reta final do Goianão, Copa do Brasil e Brasileiro Série B no Serra Dourada ou Olímpico. O jogo contra o Itumbiara foi a despedida do Onésio Brasileiro Alvarenga, que segundo o dirigente – não será mais utilizado em 2019.

“Não vamos mais jogar no OBA porque o nosso gramado não oferece a condição que o nosso time precisa”, explicou o presidente.

Na entrevista concedida durante o programa Debates Esportivos na Sagres, deste sábado (16), o dirigente colorado revelou que o único problema para definir o Serra Dourada como o local para o restante da temporada é a exploração dos bares, pois o Vila Nova não abre mão desta receita.

“Pra gente é inegociável esta questão. Estamos esperando esta definição até a segunda – feira (18). Não vamos abrir desta receita. Se parte da receita dos bares tivesse sido investida no Serra Dourada, seria um outro estádio”, lembrou Ecival Martins, que fez questão de salientar que negocia com as autoridades estaduais, como o secretário de esportes, e que não vai se reunir com os donos dos bares do estádio.

“É uma situação absurda que se estabeleceu. Não vamos conversar com essas pessoas. No começo, procuramos uma parceria, mas foram intransigentes, faltaram com respeito. Não sento pra negociar com eles de forma alguma”.

Ecival Martins explicou que se o problema no Serra dourada não for resolvido, o Vila vai jogar no Olímpico, onde teria direito a explorar os bares. O comandante colorado, também revelou que o clube vai ajudar o Goiás nas obras que serão feitas no Serra Dourada.

Confira a entrevista completa do presidente Vila Nova, Ecival Martins.



Leia Mais