Huawei Mate X é oficialmente o primeiro smartphone 5G certificado na Europa

Na Mobile World Congress deste ano, que terminou no passado dia 28 de Fevereiro, vimos inúmeras fabricantes lançar os seus dispositivos com compatibilidade com as redes 5G.
No entanto, para que esses smartphones possam ser vendidos em cada um dos mercados, eles necessitam de uma certificação (que é obrigatória) que na Europa é passada pela Rheinland TÜV (certificação CE).

E agora, um dos smartphones que foram apresentados na feira de Barcelona, recebeu a sua certificação 5G, e estou a falar do Huawei Mate X, tornando-se no primeiro smartphone a ser certificado na Europa, para as redes 5G.
Sem a certificação CE, os telefones móveis 5G não podem ser oficialmente vendido na Europa. O Mate X é assim o primeiro a passar a certificação 5G CE e agora pode demonstrar a capacidade de campo 5G da Huawei. Este smartphone chegará ao mercado em junho deste ano, mas não não será barato e muito provavelmente a rede 5G ainda não estará disponivel para o mesmo.
Segundo o vice-presidente da linha de produtos de telefonia móvel da Huawei, o Huawei Mate X é o melhor. Ele disse: “O Mate X da Huawei vem com um chip 5G, Barong 5000, e também inclui chips 2G, 3G, 4G,”. O que mais compatibilidade de rede poderíamos querer?

Huawei Mate X 1 - Huawei Mate X é oficialmente o primeiro smartphone 5G certificado na Europa

Além disso, o Baron 5000 e o Mate X são os primeiros terminais e chips 5G a suportarem SA e NSA. Os chips ou telefones lançados por outros fabricantes até agora só suportam o modo de rede NSA. Apenas a Huawei possui chips / dispositivos compatíveis com SA e NSA no mercado. Isso mostra que a Huawei é a empresa mais avançada no campo do 5G.

É relatado que a NSA é usada por operadores no estágio inicial da construção da rede. Está sujeito a redes híbridas ou redes não independentes. A rede principal usa redes tradicionais 4G e depende apenas da NSA. Quanto ao SA, é um modo de rede independente. Tanto a estação base como a rede principal são redes maiores independentes. Além disso, a interrupção do smartphone sob a rede NSA consome mais energia do que o terminal SA. Portanto, para todos os operadores em todo o mundo, acabará por evoluir para o modo de rede SA.

Ajude-nos a crescer, visite anossa página do Facebooke deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos.