Flamengo pressiona mas empata sem gols com o Volta Redonda

O Flamengo recebeu o Volta Redonda neste sábado à noite no Maracanã e não conseguiu sair de um empate sem gols. A partida foi válida pela quarta rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca

O empate do Rubro-Negro, o segundo seguido na Taça Rio, custou a liderança do Grupo C, que agora é do Bangu, que venceu a Portuguesa na sexta-feira. Com 8 pontos, o Fla é o vice-líder, e ainda pode perder a posição na rodada, já que a Cabofriense joga neste domingo.

Uribe, do Flamengo lamenta chance perdida durante partida contra o Volta Redonda no estádio do Maracanã

O Volta Redonda se mantém na segunda posição do Grupo B com 7 pontos, mas também tem sua posição ameaçada. O Vasco, que encara a Cabofriente neste domingo, tem 5 pontos e pode chegar a 8.

Na próxima rodada, o Fla encara o Madureira na terça-feira, novamente no Maracanã. O Voltaço visita a Cabofriense.

O JOGO

O Flamengo entrou em campo com uma equipe inteiramente reserva. Com os titulares poupados após a vitória sobre a LDU na última quarta-feira pela Libertadores, e com algumas baixas entre os reservas por lesão, como os atacantes Vitinho e Berrío e o zagueiro Rhodolfo, Abel Braga lançou mão de vários jogadores jovens oriundos da base do clube.

Mesmo diante de um Flamengo desfalcado e com uma escalação inédita, o Volta Redonda não arriscou e adotou uma postura cautelosa desde o início do jogo. Até a parada técnica, a equipe do Sul-Fluminense ainda se arriscou em alguns contra-ataques, mas na segunda metade do primeiro tempo, só deu Mengão em campo. Os erros de finalização, entretanto, foram muitos, e as duas equipes foram para o intervalo sem mexer no placar.

A primeira boa chegada do Fla foi aos seis minutos. Arrascaeta dominou na direita e enfiou na área para Ronaldo, que entrava em velocidade. O volante foi ao fundo e cruzou para o meio. Uribe tentou a finalização mas a zaga chegou junto e a bola não chegou ao gol.

Aos 13, Trauco tentou jogada na linha de fundo mas perdeu a bola. A zaga tentou afastar e a bola bateu no lateral rubro-negro e voltou para o meio da área. Após bate rebate, ela sobra para Vítor Gabriel entre a pequena área e a marca do pênalti, mas o atacante fura e perde grande chance.

O Voltaço tentou responder aos 18 com um cruzamento da esquerda que Marcelo aproveitou de cabeça. A bola, porém, saiu a esquerda do gol de Gabriel Batista.

No minuto seguinte, o gol quase saiu. Arrascaeta recebeu na intermediária e lançou Uribe pela direita. O atacante entrou na área e rolou para o meio na saída do goleiro. A bola cruzou a pequena área mas Vítor Gabriel não alcançou.

Aos 32, Trauco dominou no bico da área e tocou por cobertura para o meio da área. Vítor Gabriel tentou desviar de primeira e Douglas Borges defendeu. No rebote pela direita, Lucas Silva encheu o pé mas a bola foi na rede pelo lado de fora.

O Flamengo continuava em cima, pressionando pelo primeiro gol. Aos 37, bola alçada na área, o goleiro rebate e Arrascaeta emenda de voleio, e manda à esquerda do gol.

As duas equipes retornaram sem alterações para o segundo tempo. O Rubro-Negro, entretanto, reduziu o ritmo e os primeiros quinze minutos foram ‘sonolentos.’ Mas então, Vítor Gabriel sofreu falta próximo à área pela direita e Trauco cobrou no ângulo, obrigando Douglas Borges a fazer grande defesa.

O lance, e a entrada do meia Diego no lugar de Lucas Silva acenderam o Flamengo. Em seu primeiro lance, o 10 do Flamengo deu belo passe para Uribe, mas o atacante demorou e não concluiu para o gol.

O Voltaço ameaçou aos 25. Bola cruzada na área, a zaga rebate e Marcelo, da entrada da área, acerta chute e Gabriel Batista espalmou.

A pressão rubro-negra aumentou após os 30 minutos. Com o Volta Redonda inteiro em seu campo, o jogo virou um ataque contra defesa.

Aos 32, foi a vez de Ronaldo tentar de fora da área. Com um chute forte, o volante mandou uma bola perigosa sobre o gol do Volta Redonda.

No minuto seguinte, Uribe cabeceou e acertou o travessão após cruzamento de Arrascaeta. Na sequência, o Uruguaio tentou o chute colocado, mas Douglas Borges, a essa altura o melhor em campo, salvou o Volta Redonda mais uma vez.

O lance mais polêmico do jogo aconteceu aos 46 minutos. O goleiro Douglas Borges bateu roupa num chute de longe de Diego e o zagueiro Hugo Moura apareceu livre para tocar para a rede. A assistente errou e assinalou o impedimento e o árbitro anulou o gol legal.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 0 X 0 VOLTA REDONDA

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 16 de março de 2019 (Sábado)

Horário: 19h(de Brasília)

Árbitro: Pathrice Wallace Correa Maia (RJ)

Assistentes: Rachel de Mattos Ribeiro (RJ) e Fabiana Nóbrega Pinto (RJ)

Cartões Amarelos: Hugo Moura (Fla); Gelson (VRE)

Renda: R$ 607.564,00

Público: 26.603 (25.342 pagantes)

FLAMENGO: Gabriel Batista, Rodinei, Thuller, Hugo Moura e Trauco; Piris da Motta, Ronaldo (Renê) e De Arrascaeta, Lucas Silva (Diego), Uribe e Vítor Gabriel (Kleber)

Técnico: Abel Braga

VOLTA REDONDA: Douglas Borges, Luis Gustavo, Allan, Heitor e Luiz Paulo; Bruno Barra, Bileu (Gelson), Marcelo e Douglas Lima (Alyson); João Carlos e Wandinho (Fernandinho)

Técnico: Toninho Andrade

Veja também:

Gazeta Esportiva
Gazeta Esportiva