“Cordel Encantado” se torna a reprise mais curta dos últimos 12 anos

Cordel Encantado
Domingos Montagner e Débora Bloch, como Herculano e Úrsula, em “Cordel Encantado”, cartaz do “Vale a Pena Ver de Novo” (Imagem: Divulgação / Globo)

A Globo já agendou a exibição do último capítulo de “Cordel Encantado” (2011) em “Vale a Pena Ver de Novo”. A trama de Duca Rachid e Thelma Guedes chega ao fim na sexta-feira, 3 de maio, após dividir a sessão, por uma semana, com a substituta – “Por Amor” (1997), de Manoel Carlos. Com isso, “Cordel” irá se encerrar como a reprise mais curta dos últimos doze anos.

O folhetim, originalmente exibido entre abril e setembro de 2011, às 18h, contou com 143 capítulos. Até sexta-feira (15), a Globo compactou 76 deles em 43 da reapresentação. Embora a conta indique cortes, “Cordel Encantado” vem sendo exibida praticamente na íntegra. É que o tempo do “Vale a Pena Ver de Novo” no ar é superior ao de uma novela das 18h; desta forma, a emissora vem transmitido mais de um capítulo por dia – até três –, para dar conta do espaço da faixa de repetecos na grade.

Caso não deixe de ser exibida em nenhuma ocasião, nos próximos dias, a novela chegará ao fim com 78 capítulos. Trata-se da reprise mais curta desde “Era Uma Vez…” (1998), com 69 capítulos – exibidos entre janeiro e maio de 2007. De lá para cá, apenas “Sete Pecados” (2007), reapresentada em 2010, ficou abaixo dos 100 capítulos, com 83; a novela, porém, foi marcada pelo insucesso. “Cheias de Charme” (2012), com os mesmos 143 capítulos originais, foi reeditada em 132.

Já “Senhora do Destino” (2004), reprisada pela segunda vez em 2017, lidera a lista de repetecos extensos, com 195. Integram este ranking “Caminho das Índias” (2009/2015), com 180; “Plumas e Paetês” (1980/1983) e “O Clone” (2001/2011), com 175; “Belíssima” (2005/2018), com 161; “A Indomada” (1997/1999), com 154; “Laços de Família” (2000/2005) e “O Rei do Gado” (1996/2015), com 150.

“Cordel Encantado”, cabe lembrar, acumula até o momento 15,1 pontos de média-geral, acima da audiência das antecessoras “Belíssima” (2005), com 13,7 pontos, e “Celebridade” (2003), com 13,8 – que chegaram ao fim com 161, como citado anteriormente, e 125 capítulos, respectivamente.

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS – Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!