Palmeiras encontra 'solução da casa' para setor que ganhou reforço milionário

Durante a janela de transferências do início do ano, Luís Felipe Scolari não escondeu que sua principal preocupação a respeito do elenco alviverde era o lado de campo ofensivo. Tal carência foi assimilada pela cúpula de futebol do ​Palmeiras, motivando uma busca incansável por pontas disponíveis no mercado

Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​Em negociações complexas e com altas cifras envolvidas, o atual campeão brasileiro conseguiu fechar a chegada de dois atletas: Carlos Eduardo, que custou quase R$ 25 milhões aos cofres alviverdes; e Felipe Pires, contratado via empréstimo, mas com salário consideravelmente alto para os padrões brasileiros.

image

Acontece que, com dois meses de temporada, nenhum dos dois trouxe o impacto e o retorno esportivo esperados pela diretoria e torcedores do clube. Ainda que estes não estejam definitivamente fora dos planos da comissão técnica, os constantes testes e oportunidades sem retorno motivaram uma busca de solução alternativa para o setor.

Como destaca o ​UOL Esportes, o nome encontrado foi Gustavo Scarpa, meia que tem desempenhado função de ponta especialmente nos jogos de Libertadores. Recuperado de lesões e livre de problemas jurídicos extracampo, o camisa 14 tem sido um dos destaques da equipe neste início de temporada, dividindo o protagonismo ofensivo com Dudu e Goulart.

Para não perder sua qualidade de armador ficando ‘colado’ à lateral, Scarpa recebeu o aval para flutuar para o meio-campo em determinados momentos da partida, trocando de posição com seus companheiros de ataque. Ainda que não seja tão veloz como um ponta, sua qualidade no passe (inclusive nos cruzamentos e lançamentos) e força na recomposição credenciam o camisa 14 como ‘solução da casa’ para o setor.

Fonte: 90min