Com time misto, Flamengo enfrenta o Volta Redonda neste sábado

O jogo contra o Volta Redonda neste sábado, às 19h, no Maracanã, é a despedida dos convocados do Flamengo, que defenderão suas seleções entre os dia 21 e 26 e desfalcarão o clube nas partidas contra Madureira e Fluminense, pela Taça Rio.

Dos quatro chamados, o técnico Abel Braga deve mandar a campo três, junto a um time misto: Arrascaeta, Trauco e Piris da Motta. Cuéllar, titular absoluto, ganhará um descanso.

A estratégia dessa vez é um pouco diferente em relação ao clássico com o Vasco. Na ocasião, a intenção era poupar o time principal após o jogo com o San José na altitude, pela Libertadores, e para o confronto com a LDU em seguida, no Rio.

Agora, a ideia é dar ritmo a jogadores que não têm atuado tanto ou vêm de lesão — casos de Arrascaeta, Everton Ribeiro e Uribe, este último a principal novidade que Abel Braga deve lançar na equipe. O goleiro César dá lugar a Gabriel Baptista.

Fla tenta liberar Ninho

Os atacantes Berrío e Vitinho seguem lesionados. O zagueiro Rhodolfo ainda não treina com bola. Por isso, o jovem volante Hugo Moura será improvisado na zaga de novo.

Com a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta com o Corpo de Bombeiros, o Flamengo vê caminho livre para a liberação definitiva do Ninho do Urubu. O clube se comprometeu com a corporação a concluir as últimas pendências em relação à prevenção de incêndio e pânico em até 90 dias, antes dos laudos definitivos. Assim, já pode dar entrada no Certificado de Aprovação após uma última vistoria a ser agendada, e com ele solicitar o alvará.

Segundo o vice-geral Rodrigo Dunshee, que obteve o TAC junto aos Bombeiros, a liminar do juiz Pedro Alves, do Juizado da infância e juventude, pedida pelo Ministério Público, ainda impede a utilização do local pela base e para alojamento, mas há expectativa para resolver em breve a questão.

O Ministério Público recebeu os últimos relatórios dos Bombeiros, mas pediu nova vistoria no CT do Flamengo, realizada ontem. O objetivo era verificar se há condições para o uso da base e para alojamento.