Fifa anuncia novo Mundial de Clubes a partir de 2021

A Fifa anunciou hoje a reformulação do Mundial de Clubes a partir de 2021. A competição será realizada a cada quatro anos, em local ainda a ser definido, e deve contar com a participação de 24 times.

A confirmação foi feita durante entrevista do presidente da Fifa, Gianni Infantino, após reunião do conselho a entidade em Miami. A competição estreará em “junho ou julho de 2021” e entra no calendário como substituto da Copa das Confederações, que deixará de ser disputada.

“Vamos ver em 2021 um novo real torneio de clubes, que vai ter um fantástico impacto. Teremos os melhores times para coroar o campeão mundial”, disse Infantino.

Rhona Wise/AFP
Infantino durante entrevista em Miami Imagem: Rhona Wise/AFP

Mais cedo, a associação de clubes europeus havia prometido boicotar um novo Mundial de Clubes. Infantino minimizou, dizendo que o novo formato na verdade irá diminuir o número de jogos das equipes.

“Nós não estamos criando um novo espaço para uma competição. Hoje, o vencedor joga duas partidas. Em 2021, o vencedor vai jogar 5 jogos em quatro anos. Não vai aumentar o número de jogos, vai diminuir”, disse.

Ele ainda lembrou que a Liga dos Campeões, quando estreou no calendário, também recebeu críticas. “Quando a Liga dos Campeões estreou, disseram que ela ia matar os campeonatos nacionais, Hoje é considerado um grande sucesso e desenvolveu o futebol na Europa”, disse.

O atual formato, que conta com sete clubes e tem disputa anual, continuará a ser disputado até 2020, com as participações dos campeões da Copa Libertadores, Liga dos Campeões, campeão nacional do país sede e vencedores dos torneios continentais de clubes da Concacaf, África, Ásia e Oceania.

Infantino não entrou em detalhes sobre o novo modelo, mas a discussão no conselho era sobre um formato com 24 times. A América do Sul reivindica seis vagas. Segundo o presidente, o vencedor irá disputar cinco partidas.