'Temos que qualificar nosso elenco', diz Chamusca sobre o Vitória

Após a eliminação vexatória na primeira fase da Copa do Brasil, na noite de quarta-feira (13), o técnico do Vitória, Marcelo Chamusca, não correu do assunto: criticou a atuação da sua equipe na derrota por 2×0 para o Moto Club em São Luís.

“Realmente, foi um jogo muito abaixo da expectativa que tínhamos, pela importância da Copa do Brasil. A gente teve a posse da bola, mas errou muito, principalmente quando entrava no campo de defesa deles e não criava absolutamente nada”, analisou o treinador.

Chamusca também criticou a postura da equipe após sofrer o primeiro gol do Moto Club, aos 27 minutos do segundo tempo: “Dali em diante o time reagiu muito mal. Perdemos o controle do jogo, o nosso lado emocional caiu bastante. Daí o adversário, por conta da nossa desorganização, chegou ao segundo gol, de pênalti”.

Nem a questão da viagem a São Luís foi levada em consideração por Chamusca: “Não foi por uma razão física, nenhum atleta nosso saiu com câimbra ou algo assim. O que faltou foi qualidade de jogo, mesmo. Faltou performance dos atletas e (houve) decisões erradas tomadas pela comissão técnica”.

Reforços
O técnico evitou comentar as deficiências do grupo de jogadores, mas afirmou que o Vitória busca reforços: “Não posso dizer que meu elenco é desqualificado. Esse elenco aí não vai ser o da Série B, já disse isso inúmeras vezes. A diretoria vai contratar, a gente tem que continuar buscando jogadores para qualificar nosso grupo, trazer mais experiência. Todo mundo aqui está ciente disso”.

Chamusca disse que não tem desespero: “Nossa avaliação do elenco sempre foi muito lúcida. Não posso agora, por conta da eliminação, sair atacando, atirando, como se fosse o fim do mundo. Não é a primeira eliminação do Vitória. Mas é claro que a gente fica muito chateado, pelo trabalho que estamos fazendo”.

Até o momento, o rubro-negro fez oito contratações em 2019: Matheus Rocha, Thales, Edcarlos, Wesley, Leandro Vilela, Ruy, Andrigo e Neto Baiano.

Relacionadas