Yanna Lavigne fala sobre a maternidade: 'Mudou o meu jeito de enxergar a vida'

“Quando um filho nasce, ressignifica tudo.” É assim que Yanna Lavigne define a chegada de Madalena em sua vida. Entre a gestação e o período de amamentação da pequena, fruto de seu relacionamento com Bruno Gissoni, foram dois anos fora do ar. Agora, ela comemora a volta à rotina de trabalho com seu personagem em O Sétimo Guardião, em que interpreta a mimada Laura.

“Fui me preparando aos poucos. O convite veio bem cedo, em abril, e eu só comecei de fato o processo entre junho e julho, então pude me preparar com calma”, relembra ela.

“Foi um processo de desligamento e um trabalho psicológico grande.”

“Aos pouquinhos, a gente conseguiu se desligar nesse momento de vir ao Estúdios Globo e voltar para casa. Ocorreu de uma maneira lenta porque a novela me deu esse tempo e foi tranquilo, ela fica numa boa em casa”, comemora, aliviada.

Yanna Lavigne — Foto: Estevam Avellar/GloboYanna Lavigne — Foto: Estevam Avellar/Globo

Yanna Lavigne — Foto: Estevam Avellar/Globo

Segundo Yanna, enquanto ela está gravando, quem fica em casa, na maioria das vezes, é o Bruno. “Confesso que eu não me programo tanto quando recebo o roteiro, é mais conforme a música toca, com quem eu posso contar em cada dia, com quem eu posso contar no final de semana”, admite.

“Eu e o Bruno conseguimos nos revezar bem. Quando eu não estou em casa, o Bruno está, e vice-versa.”

“Se o Bruno também não está em casa, tenho uma grande amiga, que se chama Grazi, que me auxilia. E, se não é a Grazi, tem avô, avó, tios… O que não falta é gente para cuidar da Madalena”, relata.

Yanna Lavigne é Laura em 'O Sétimo Guardião' — Foto: João Cotta / GloboYanna Lavigne é Laura em 'O Sétimo Guardião' — Foto: João Cotta / Globo

Yanna Lavigne é Laura em ‘O Sétimo Guardião’ — Foto: João Cotta / Globo

Após os dois anos em que permaneceu afastada da TV, a atriz garante que, por conta do nascimento de Madalena, sua postura mudou. “Não parece, mas eu fiquei dois anos reclusa, durante a gestação e a amamentação. É um longo período. Mesmo assim, parece que foi ontem que eu parei de gravar e pisei nos Estúdios Globo no meu último projeto. Passou muito rápido”, conta.

“A diferença é voltar como mãe porque agora tenho essa responsabilidade de criar um ser da melhor maneira possível e dar o meu melhor no trabalho.”

“Acho que mudei minha visão e minha postura e isso afeta a parte profissional, sem dúvidas”, complementa.

“Quando um filho nasce, ressignifica tudo: o amor pelas pessoas, o seu entendimento sobre as coisas, as suas prioridades…”
“Acho que mudou o meu jeito de enxergar a vida e isso automaticamente muda de maneira positiva o meu jeito de trabalhar.”
Yanna Lavigne, Bruno Gissoni e a pequena Madalena — Foto: Reprodução / Redes SociaisYanna Lavigne, Bruno Gissoni e a pequena Madalena — Foto: Reprodução / Redes Sociais

Yanna Lavigne, Bruno Gissoni e a pequena Madalena — Foto: Reprodução / Redes Sociais

No quesito alimentação, Yanna também segue preceitos mais naturais – e passa isso tanto para o marido quanto para a filha. “Desde pequena, sempre tive uma alimentação boa por conta da minha mãe, ela é terapeuta naturalista, então sabe todos os ingredientes que devem ser usados para fins emocionais e físicos. Por isso, alimentação é algo muito importante e diferenciado lá em casa”, diz ela.

“A gente come muitas coisas naturais, cruas ou pouco cozidas, sempre com temperos naturais, então acho que isso faz o alimento lá de casa ser bem especial.”

A rotina de exercícios de Yanna vai pelo mesmo caminho da alimentação: sempre com o cuidado de nutrir o interior tanto quanto o exterior. “Nesse momento, por causa da novela, minha vida é só estudo e gravação. Mas, quando consigo, gosto de me exercitar de uma maneira que expanda a minha mente e que ajude a aliviar tensões”, explica.

“Gosto muito de praticar hot yoga e muay thai, tanto para a expansão de movimentos quanto para gastar energia.”
Yanna Lavigne — Foto: Reprodução / Redes SociaisYanna Lavigne — Foto: Reprodução / Redes Sociais

Yanna Lavigne — Foto: Reprodução / Redes Sociais