Começam hoje (14) inscrições para 720 vagas de natação de graça em Salvador

Começam nesta segunda-feira (14) as inscrições para uso da Arena Aquática na Pituba. De acordo com o prefeito ACM Neto serão disponibilizadas 720 vagas, inicialmente. Em uma série de Stories publicados no seu perfil no Instagram no final de semana, o prefeito tirou dúvidas sobre a Arena. As inscrições poderão ser feitas pelo site www.arenaaquatica.salvador.ba.gov.br, que entrou no ar hoje, às 8h. 

Foto: Mauro Akiin Nassor/CORREIO
Foto: SecomPMS/Divulgação

Ainda de acordo com as publicações, a piscina poderá ser usada por qualquer cidadão acima de sete anos que já pratique ou queira praticar natação e hidroginástica e que esteja devidamente cadastrado. Também terão acesso os atletas federados, ranqueados e paraolímpicos. Ainda de acordo com a série de publicações, turmas terão um ciclo de quatro meses. “Para que outras pessoas tenham oportunidade de se matricular”, justifica. 

A Arena vai funcionar de segunda a sexta, sempre das 6h às 18h. Às terças e quintas serão aulas de hidroginástica, , adaptação e iniciação em natação. Às segundas, quartas e sextas seráa vez das turmas de aperfeiçoamento para atletas ou pessoas com experiência em natação.

Tudo isso será acompanhado por um time de profissionais de Educação Física especializados em natação. As aulas, que serão gratuitas, devem começar no início de fevereiro.

A Arena Aquática fica na orla da Pituba, próximo à Praça Wilson Lins. O ‘Piscinão da Pituba’ conta com estruturas para suporte aos atletas e profissionais envolvidos como vestiário, banheiros, academia de ginástica, consultório médico, lanchonete, além da portaria de acesso. Além da piscina de aquecimento, também há um deque para os esportistas e visitantes.

O investimento global nas obras foi de R$ 13,6 milhões, sendo R$ 1,5 milhão na implantação da piscina e outros R$ 7,7 milhões para construção do complexo, envolvendo a Praça Wilson Lins (área do antigo Clube Português).

Mais R$ 4,4 milhões foram investidos numa contenção em alvenaria de pedra às margens da arena. A cessão do equipamento é fruto de um acordo de cooperação técnica entre a Prefeitura, a Aeronáutica, o Ministério dos Esportes e a Myrtha Pools, empresa italiana que fabricou a piscina e foi a responsável pela montagem na capital baiana.